Negócios

Profissionais de Beleza que atendem em casa

39views

O atendimento domiciliar é a opção de carreira de muitos profissionais nas áreas de estética e beleza, que descobriram nesse sistema uma maneira mais lucrativa e gratificante de exercer seu talento.

A corrida do mundo moderno impôs várias mudanças no estilo de vida das pessoas. A falta de tempo, o trânsito caótico, especialmente nos grandes centros, entre outros fatores, são sempre as principais justificativas para que paremos de fazer várias atividades, seja nas áreas pessoal, profissional e familiar. Diante dessa realidade, é comum encontrar soluções que facilitem nossas vidas e tragam conforto, conforto e bem-estar.

Para atender as necessidades desse público, uma tendência que ganha força em vários segmentos é a de atendimento domiciliar, principalmente no setor de serviços. Nas áreas de estética e beleza também não é diferente.

Cada vez mais, os clientes preferem esse tipo de serviço, a fim de ter um atendimento mais personalizado e diferenciado nos horários mais convenientes para eles, sem ter que enfrentar trânsito e salas e clínicas com horários completos.

Por outro lado, esse tipo de trabalho vem ao encontro dos anseios dos profissionais desse setor, que diante da forte concorrência, descobrem no atendimento domiciliar uma forma de ter maior independência financeira, além do fato de não precisar permanecer vinculado. para empregadores ou empresas.

“É vantajoso para o profissional poder fazer seus horários de trabalho, formar seu preço, ter plena recepção e poder atuar com autonomia de conhecimento técnico. O cliente tem a vantagem de total conforto, pois não precisa sair de seu ambiente, sem contar atendimento personalizado “explica Patricia Cardozzo, esteticista e consultora nessa área.

Por outro lado, nem sempre comparecer em casa é a primeira escolha do profissional. A maioria começa por atender amigos, familiares, etc. Mais tarde, eles descobrem que essa modalidade pode ser uma boa oportunidade de carreira.

Segundo o consultor, para ter sucesso nesse campo, o “caminho das pedras” é a profissionalização e diversificação de serviços, para oferecer uma ampla gama de opções e mais conforto ao cliente, que por sua vez terá qualidade e atendimento completo sem sair de casa.

É o caso da esteticista facial Giovanna Lucas, que trabalha nessa área há apenas cinco meses, mas já descobriu uma maneira de fidelizar e aumentar sua renda.

“Além dos tradicionais tratamentos faciais, adiciono outras possibilidades, como massagens nos pés e mãos, alongamento de cílios, maquiagem definitiva, sem contar a venda de produtos relacionados, como cosméticos, perfumes, maquiagem, lingerie, etc. Meu objetivo é me especializar em diversos serviços nas áreas de beleza e estética, desta forma, aumentar minha gama de serviços e clientes cativos “, revela Giovanna.

Porém, além de oferecer o “algo mais”, Alice lembra que o profissional não deve esquecer que quando o cliente opta pelo atendimento domiciliar, ele quer algo diferenciado. Portanto, atenção, prontidão, educação, disponibilidade de horários, etc. São atitudes fundamentais para profissionais que querem ser bem sucedidos nesta área.

Cris Siva Telles, esteticista que atua nesse mercado há quase dois anos, também busca inovar no atendimento ao cliente, oferecendo sempre novos produtos para os clientes.

“Por mais que você esteja dentro da casa da pessoa, trazendo conforto, ninguém gosta da rotina, desta forma, procuro fazer vários cursos para estar sempre inovando e proporcionando aos clientes um melhor tratamento, até porque tenho clientes diferentes. idades, desde muito jovens até os mais velhos “, diz Cris.

Maior rentabilidade

A possibilidade de maiores ganhos financeiros foi um dos motivos que motivaram a esteticista Giovanna Lucas a investir na assistência domiciliar. Formada em estética e cosmetologia, trabalha há dois anos e meio nessa área.

De acordo com Giovanna, seus ganhos são 60% maiores do que a compensação que ela receberia se estivesse empregada em uma clínica ou salão de beleza. Para formar seu preço, geralmente, investiga os valores praticados por algumas clínicas e cobra um pouco menos.

Por outro lado, Giovanna diz que, embora ofereça maior lucratividade, o atendimento domiciliar é um trabalho inseguro. “Não há regularidade, muitas vezes não sei quantos clientes terei no mês, por isso é necessário planejar e fazer um bom trabalho, para ter muitas indicações”, explica.

Em relação ao preço dos serviços, a consultora afirma que é realmente importante que o profissional faça sempre uma pesquisa de mercado. A pessoa também precisa calcular seus custos fixos: mão de obra, produtos e eletrodomésticos usados, combustível / direção, etc. “Ganhar mais não é bem o termo, o que o profissional receberá é abrangente, ou seja, não há porcentagem a dividir com o estabelecimento, mas seu lucro é incerto, já que não funciona com carteira assinada e não recebe o piso do categoria profissional “, lembra ela.

Para calcular seu preço, a esteticista leva em conta os custos de materiais, mais despesas e o percentual de lucro. “Meu preço é o mesmo de alguns salões e mais barato que algumas clínicas, se eu trabalhasse em uma empresa fixa, teria que pagar em média 30% do valor recebido pelos salões”, confirma.
O fato é que, para quem trabalha com atendimento domiciliar, a incerteza financeira aliada à dificuldade em divulgar os serviços prestados são fatores que, muitas vezes, levam muitos empreendedores a abandonar esse tipo de trabalho.

“O problema é que muitos profissionais oferecem serviços limitados, porque o cliente não tem uma infraestrutura adequada em casa.” A lealdade ao cliente é um grande desafio para o pequeno empresário Visar a qualidade dos serviços e novidades e manter preços competitivos são estratégias que geram Aliado a isso, podemos destacar a atenção da cordialidade, a simpatia, o entendimento, a responsabilidade e a posição profissional “, analisa a consultora.

Lembre-se que, neste sistema de trabalho, a divulgação de serviços geralmente ocorre, na maioria das vezes, de boca em boca. Para o consultor, o próprio serviço acaba sendo uma divulgação. Portanto, estabelecer uma boa rede de contatos é essencial. No entanto, o profissional não pode confiar apenas no estabelecimento de uma rede. É necessário identificar outras possibilidades para a divulgação de seus serviços.

Com o advento da tecnologia, o uso de redes de relacionamento e Internet pode ser uma boa estratégia. No entanto, é necessário ter algum cuidado na escolha de sites para divulgação, certificando-se de que é portais seguros e confiáveis, a fim de evitar transtornos. “Recentemente, fiz um anúncio em um site gratuito, falando sobre meu trabalho e os tratamentos que faço, mas recebi alguns links indesejados, por isso também é necessário ter cuidado na forma como a pessoa fará a divulgação e com a conteúdo do anúncio “, alerta Bruna.

Segundo Cris Telles, deixe alguns cartões com o cliente para ele indicar o profissional, envie mala direta, represente uma empresa de cosméticos, onde haja demonstração de produtos e serviços ou combine uma reunião de demonstração no ambiente do cliente, onde é possível convidar pessoas amigáveis ​​e criar oportunidades de vendas, são sim opções que podem trazer resultados positivos.

Atenção limitada?

Outra preocupação que o profissional deve ter ao optar por trabalhar em casa é lembrar que os custos com a renovação e manutenção de seus aparelhos / equipamentos se tornam próprios. “As despesas acabam sendo maiores, porque os custos com produtos e eletrodomésticos são todos nossos”, lembra a profissional.

Além disso, atuar, na maioria das vezes, sozinho, gerenciar a agenda para atender um maior número de clientes com qualidade e pontualidade é outro desafio para esse profissional, que tem que trabalhar, mesmo nos finais de semana.

“Eu acho que se o profissional sabe se organizar, é possível atender todos os clientes, como sou funcionário da clínica no período da tarde, aproveito as manhãs para atender os clientes em casa.” Minha rotina, normalmente, é de segunda a sexta, mas Se o cliente quer o atendimento nos finais de semana, eu normalmente presto atenção, e no final, uma das vantagens para o cliente é justamente a disponibilidade do profissional no momento que for mais conveniente “, analisa.

Cris Telles, que também frequenta parte do tempo em uma clínica, diz que, para dar conta da agenda, ela geralmente trabalha de segundo para segundo. “Geralmente, os tratamentos estéticos são mais longos, o que faz com que o profissional fique mais tempo com aquele cliente e limite seu horário, em especial, gosto de trabalhar com pós-operatório, que é um serviço que será concluído mais rapidamente, não podendo ser limitado. e pode abrir a agenda de novos horários e novos clientes em um prazo menor “, avalia Cris.

Apesar de rentável, a maioria dos profissionais que prestam assistência domiciliar tem planos de montar sua própria clínica. Enquanto eles não percebem esse sonho, a melhor estratégia é expandir o conhecimento e investir em melhorias.

“Comecei agora na área, mas pretendo me especializar em qualquer atenção que possa embelezar a cara da mulher, tudo no começo é muito difícil.” Requer cautela, paciência e muita perseverança, mas acredito no sucesso dessa carreira e no futuro promissor “, acrescenta.

Elas também pretendem ter seu próprio negócio no futuro. No entanto, elas estão cientes de que Ter uma empresa exige muitas outras responsabilidades e conhecimentos na área de gestão.

“A noção moderna de estética trabalha com o conceito de beleza aliada à saúde e qualidade de vida, é uma atitude de viver bem, a beleza deve ser um conjunto de cuidados para que o resultado seja harmonioso. produtos, buscando explorar as necessidades do cliente e também aqueles que ainda não foram demonstrados por ele é uma visão estratégica. O profissional desta área, hoje, deve ser multidisciplinar e, além de lidar com tecnologias sofisticadas, deve acompanhar a produção de conhecimento. no setor, ou seja, buscar sua atualização contínua sempre “, enfatiza a consultora.

Leave a Response