Saturday, July 4, 2020
Marketing Digital

Saiba a diferença de persona e público-alvo

25views

O sucesso da sua estratégia de Marketing Digital vai além do orçamento disponível para investir. É preciso conhecer muito bem quem é a persona e o público-alvo, uma vez que as pessoas procuram por conteúdos direcionados, que atendam às suas necessidades.

 

Afinal de contas, quando comunicamos algo que é de interesse à nossa audiência, as chances de conversão são muito maiores. 

 

Daí a importância de identificar as características do seu cliente para construir um material assertivo e objetivo.

 

No artigo de hoje, saiba a diferença de persona e público-alvo e conheça mais sobre esses dois conceitos fundamentais para o marketing. Acompanhe a leitura!

O que é público-alvo?

O público-alvo é um termo muito conhecido na comunicação. Também chamado de target, ele refere-se à fatia da sociedade para qual os produtos ou serviços da sua empresa podem ser úteis. 

 

Resumidamente, é a definição social, econômica e demográfica dos clientes. Sendo assim, o público-alvo é definido a partir de algumas informações, tais como:

 

  • Gênero e estado civil;
  • Faixa etária;
  • Nível de escolaridade;
  • Condição socioeconômica;
  • Hábitos de compra;
  • Localidade;
  • Entre outros.

 

A partir desses dados, é possível definir alguns tipos de propaganda, bem como direcionar a venda do seu produto.

 

Por exemplo, imagine que você tem uma loja de artigos para casa e está com uma promoção na persiana sala apartamento. Para focar a divulgação aos clientes, é necessário conhecer o público-alvo da empresa, composto por:

 

“Mulheres entre 30 a 50 anos, casadas, com até 3 filhos, com renda entre R$ 2.000,00 a R$ 4.000,00, moradoras de cidades do interior, que gostam de cuidar da casa e manter a decoração do apartamento impecável”.

 

O público-alvo trabalha com a segmentação do mercado. Dessa maneira, é possível identificar o foco da sua empresa, isto é, para qual parte da população você irá comunicar a sua propaganda e criar argumentos de venda.

 

Mais do que conversar com os clientes certos, o público-alvo ajuda a otimizar os investimentos de marketing da sua empresa. 

 

Afinal de contas, nem todo mundo está interessado em uma estrutura metalica aparente, por exemplo. 

 

Por esse motivo, é importante orientar esforços dentro de um segmento específico de pessoas.

 

Como consequência, a sua empresa irá gastar menos e ter um melhor ROI (Retorno sobre Investimento), pois as chances de venda são muito maiores.

E a persona?

Embora o público-alvo ajude a direcionar o marketing, nem sempre ele é suficiente, ainda mais quando tratamos das plataformas digitais. 

 

Na internet, as pessoas desejam consumir conteúdos altamente personalizados e, por isso, houve a necessidade de aprofundar mais a segmentação dos clientes.

 

Assim, se levarmos em consideração que dentro de um público-alvo também há ramificações de perfis, podemos identificar as personas. 

 

Resumidamente, a persona é um personagem semifictício do cliente ideal, criado com base nas características do público-alvo e em aspectos subjetivos das pessoas. 

 

Ou seja, outros elementos entram em cena, como:

 

  • Sonhos dos consumidores;
  • Dificuldades que enfrentam no dia a dia;
  • Mídias que consomem;
  • Suas crenças e ideologias.

 

Imagine, por exemplo, criar uma persona interessada no aluguel de van com motorista abc. O personagem pode ser construído da seguinte forma:

 

“Miguel, de 35 anos, trabalha na capital paulista, mas mora em São Bernardo do Campo. Todos os dias, ele levanta às 5h e caminha até o ponto de ônibus mais próximo, para encarar um trajeto de mais de 1h30 até o trabalho. Cansado e em busca de melhor qualidade de vida, Miguel resolveu juntar os amigos para rachar um frete de uma van com motorista. Assim, além de evitar os transtornos do transporte público, ele terá mais tempo de sono e com a família ao chegar em casa”.

 

Percebe-se que a persona humaniza o cliente ideal, com uma história, um contexto e comportamentos. 

 

Diante disso, fica muito mais fácil criar ações de comunicação para um perfil específico, aumentando o impacto da sua estratégia.

 

Afinal, quem procura saber quanto custa o milheiro de tijolo baiano, não está interessado apenas no preço, mas em um produto que atenda às suas necessidades.

Conclusão

O público-alvo e a persona são indispensáveis para qualquer estratégia de marketing. 

 

Apesar do primeiro cair em desuso, principalmente com o advento das novas tecnologias, ainda é necessário investir em um estudo demográfico, para basear a construção do cliente ideal e, com isso, alcançar uma divulgação altamente direcionada.

 

Portanto, a partir da definição do público-alvo e da persona, é possível melhorar consideravelmente as ações de comunicação, resultando em uma melhor conversão de vendas e potencializando as iniciativas da marca.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Response